1. Homepage
  2. Tax & Accounting
  3. Comercio Exterior
  4. Blog Comércio Exterior
  5. 4 razões para investir em automação no comércio exterior

Blogpost

4 razões para investir em automação no comércio exterior

Com o uso da tecnologia no comércio exterior, as empresas do segmento podem obter uma série de vantagens. Uma delas é a agilidade no desembaraço aduaneiro. Quer saber mais sobre o tema? Confira o artigo!

Assim como tem acontecido em tantos outros segmentos, o comércio exterior se vê diante do desafio de modernizar sua operação e infraestrutura. Em um mercado altamente competitivo, caracterizado também pela alta volatilidade, a transformação digital é um caminho possível para otimizar as rotinas do setor. 

A partir do investimento em novas ferramentas e soluções tecnológicas, as companhias ganham agilidade, aumentam o nível de segurança e garantem a conformidade nos processos. 

Mas, afinal, quais são os outros benefícios da automação e do amplo uso da tecnologia na gestão de comércio exterior?

Neste post, apresentamos os principais impactos da automação nos processos e na dinâmica do comércio internacional. Quer saber mais? Continue lendo o artigo e saiba por que a tecnologia tem potencial de otimizar o desembaraço aduaneiro e outros processos! 

a. Redução de gargalos

O uso da tecnologia pode facilitar muito a gestão de processos de comércio exterior. Com a automação é possível identificar possíveis gargalos e falhas que tendem a comprometer todo o processo operacional.

Ou seja, as soluções tecnológicas, se usadas de maneira estratégica, podem garantir o alcance de resultados positivos pela companhia, bem como a diminuição de erros, atrasos e dores de cabeça.

Portanto, se você deseja melhorar continuamente os procedimentos e rotinas, invista em automação no comércio exterior.

Além de digitalizar a gestão logística, com essa estratégia é possível diminuir a incidência de erros manuais e a necessidade de retrabalho, otimizando também a produtividade dos profissionais envolvidos.

b. Aumento da agilidade no desembaraço aduaneiro

Como as transações de gestão logística internacional são burocráticas, abrangendo questões e normas fiscais e tributárias, a automação no comércio exterior proporciona vários ganhos. Um deles é o ganho de velocidade no desembaraço aduaneiro.  

Ao incorporar tecnologia nos processos, as empresas do segmento obtêm agilidade nas operações de logística internacional. Isso porque as ferramentas digitais fornecem um maior nível de segurança e transparência às rotinas, facilitando as atividades e permitindo um acompanhamento em tempo real. 

Desse modo, o desembaraço aduaneiro, por exemplo, se torna mais simples, prático e rápido.

Assim como qualquer outro processo burocrático, o desembaraço aduaneiro exige alguns documentos iniciais e gera outros. O Comprovante de Importação (CI), por exemplo, é emitido pelo Siscomex.

Na prática, a automação no comércio exterior torna a gestão deste tipo de processo mais simples, porque as empresas obtêm acesso a todas as etapas em um sistema, além de ter um maior controle dos serviços prestados. 

Além disso, a geração, o armazenamento e a consulta de dados em tempo real também facilitam muito o trabalho, inclusive o desembaraço aduaneiro.

c. Otimização de recursos 

Em um mercado altamente competitivo, com concorrentes preparados, buscar maneiras de otimizar recursos é fundamental. Neste sentido, o uso da tecnologia na gestão logística também pode ajudar. 

Com a digitalização dos processos é possível aumentar o desempenho, reduzindo custos e mantendo a qualidade e eficiência operacional. 

A automação reduz o número de tarefas manuais, diminuindo o excesso de atividades operacionais. Assim, é possível direcionar mais tempo e energia para realização de demandas mais estratégicas, com potencial de gerar resultados mais representativos para o negócio.

Trata-se de otimizar recursos centrais da operação: tempo, dinheiro e mão de obra.

d. Visibilidade e clareza na tomada de decisões

Com automação no comércio exterior e o uso de sistemas digitais, a gestão logística passa a gerenciar as operações da forma mais integrada e precisa, com uma visão 360° do negócio. 

Esse tipo de gestão gera dados valiosos e relatórios completos. A partir deles, se torna mais fácil construir uma estratégia assertiva voltada para resultados eficazes.

Contando com uma visibilidade clara e informações validadas sobre os diferentes processos do setor, o gestor obtém um panorama real do ambiente de negócios. 

Com isso, se torna mais fácil conduzir a tomada de decisões de maneira inteligente e eficaz. Dificilmente esse tipo de gestão seria possível em uma empresa com gerenciamento manual dos processos.

Neste contexto, a tecnologia aparece como a ferramenta perfeita para organizar e integrar os departamentos e atividades de comércio exterior. Com o uso de automação no segmento, é possível obter um nível de desempenho superior, com excelentes resultados. 

Quer saber mais sobre a importância da tecnologia no comércio exterior? Continue acompanhando o blog