Um guia para a entrega da EFD-REINF

Um guia para a entrega da EFD-REINF

A EFD-REINF chegou, tenha segurança no envio

Confie em quem tem mais de 10 anos de experiência em projetos SPED e ajudou empresas de diversos segmentos na entrega da primeira fase da EFD-REINF.

- O que é a EFD – REINF?

O módulo Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais, EFD-REINF, deve ser entregue pelas pessoas jurídicas e físicas, em complemento ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas – eSocial.

O módulo EFD-REINF tem por objetivo a escrituração de rendimentos pagos e retenções de Imposto de Renda, Contribuição Social do contribuinte, exceto aquelas relacionadas ao trabalho e informações sobre a receita bruta para a apuração das contribuições previdenciárias substituídas.

EFD-REINF: Entenda todo o processo de entrega desta obrigação acessória.

A EFD-REINF já está em vigor, se sua empresa se enquadra na segunda ou terceira fase de entrega, baixe nosso white paper e entenda o que é necessário para realizar esta entrega com segurança.

Baixe o material

- Cronograma de envio

O início da obrigatoriedade da EFD-REINF, coincidiu com a competência inicial de envio dos eventos periódicos do eSocial.

Empresas com faturamento superior a R$78 milhões – iniciaram o envio em 1º de maio de 2018.

Para o 2º grupo, que compreende as demais entidades integrantes do “Grupo 2 – Entidades Empresariais”, exceto as optantes pelo Simples Nacional e as entidades empresariais pertencentes ao 1º grupo, devem entregar a partir do dia 10 de janeiro de 2019, referentes aos fatos ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2019;

Para o 3º grupo, que compreende os obrigados não pertencentes ao 1º, 2º e 4º grupos, a partir de 10 de julho de 2019, referentes aos fatos ocorridos a partir de 1º de julho de 2019; e

Para o 4º grupo, que compreende os entes públicos, integrantes do “Grupo 1 – Administração Pública” e as organizações internacionais, integrantes do “Grupo 5 – Organizações Internacionais e Outras Instituições Extraterritoriais”, ambas do Anexo V da Instrução Normativa RFB nº 1.634, de 2016, em data a ser fixada em ato da RFB.

- Qual a periodicidade de envio?

Segundo o Art. 3º a EFD-REINF será transmitida ao SPED mensalmente até o dia 15 do mês subsequente ao que se refira à escrituração. Exceção feita a eventos desportivos que deverão ser transmitidos em até dois dias úteis após a sua realização.

Nossa solução já está preparada para atendê-lo.

Com o módulo EFD-REINF do MASTERSAF DWMASTERSAF GF e MASTERSAF SMART é possível atender à obrigação de forma completa.

Trabalhamos com nossos clientes enquadrados na primeira fase de entrega para trazer mais compliance e segurança no envio das informações para o Fisco.

Com a modalidade EFD-REINF Mensageria em SaaS os envios de dados são seguros, eficientes e qualificados além de agilidade na implementação, facilidade nas atualizações e baixo custo.

 

Confira os benefícios do módulo:

• Apuração da CPRB (Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta);

• Consolidação das informações geradas e importadas do(s) sistema(s) de origem;

• Validação das premissas para entrega ao Fisco;

• Geração do XML para a mensageria;

• Seleção e envio do XML para mensageria;

• Representação do XML do REINF em PDF;

• Mensageria com alta performance, armazenagem de forma segura dos XML e controle de painéis.

Nossos Diferenciais

Com objetivo de oferecer maior compliance, qualidade e conformidade nas informações fiscais, disponibilizamos validações específicas para:

  • Garantir que o que for considerado na geração de um DARF e por conseguinte ser informado em DCTF e DIRF seja efetivamente balizado por um documento fiscal;
  • Validar se todas as retenções registradas foram geradas a partir de documentos fiscais ou documentos internos;
  • Validar se as retenções de INSS registradas em Notas Fiscais de Serviços foram feitas de forma correta, a partir de parametrizações individuais de cada cliente de acordo com seu negócio;
  • Possibilitar correções mais ágeis dentro do próprio período fiscal, antes da apuração e fechamento das GPS (Guias de Pagamento), diminuindo riscos de erros e custos de multas por ausência de retenção ou retenção efetuada de forma incorreta;
  • Gerar futuros registros do REINF sem erros documentais, diminuindo a exposição fiscal;
  • Oferecer maior segurança na apresentação e entrega das informações ao Fisco.

Futuro na Nuvem? Nosso módulo EFD-REINF também possui mensageria em SaaS.

Veja os principais benefícios desta modalidade:

  • Ambiente SaaS (Software as a Service) hospedado no Data Center da Thomson Reuters;
  • Ambiente de Homologação e Produção disponíveis e atualizados pela Thomson Reuters;
  • Monitoria e disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana;
  • Alta disponibilidade e balanceamento de carga para o serviço;
  • Aplicação e ambiente submetidos à certificação de segurança;
  • Integrador hospedado junto à solução fiscal, no cliente;
  • No Integrador da Mensageria REINF, a comunicação pode ser feita através de consultas ao banco de dados: Oracle ou SQL Server.