1. Homepage
  2. Tax & Accounting
  3. Comercio Exterior
  4. Blog Comércio Exterior
  5. 7 vantagens das importações e exportações diretas e sem intermediários

Blogpost

7 vantagens das importações e exportações diretas e sem intermediários

Quer saber como a sua organização pode realizar importações e exportações diretas sem intermediários, como também conhecer suas vantagens? Então, não deixe de ler este post.

As importações e exportações diretas são feitas com mercadorias produzidas em um país que vão para outro e são recebidas por quem as comprou no ponto de entrada, sem passar por um intermediário.

Trata-se de uma modalidade em que o importador e o exportador realizam as operações em nome próprio e pretendem utilizar a mercadoria, seja para consumo ou revenda. Em suma, é o importador e exportador cuidando da sua própria operação.

Trata-se de uma modalidade em que o importador e o exportador realizam as operações em nome próprio e pretendem utilizar a mercadoria, seja para consumo ou revenda. Em suma, é o importador e exportador cuidando da sua própria operação.

As importações e exportações normalmente passam por mais de um nível da cadeia de suprimentos antes de chegarem ao consumidor, incluindo o agente importador, por exemplo. Com a popularização da Internet e a globalização das economias mundiais, tanto a importação direta como a exportação direta tornaram-se mais viáveis para as empresas.

Quer saber como a sua organização pode realizar importações e exportações diretas sem intermediários, como também conhecer suas vantagens? Então, não deixe de ler este post.

Importações e exportações diretas e a simplificação da cadeia de abastecimento

Tradicionalmente, a importação e exportação de produtos exigiam especialistas em todas as etapas da cadeia de abastecimento. Realizar e intermediar o negócio com o fabricante ou consumidor estrangeiros era tarefa de despachante ou traders. Eles também eram responsáveis por acompanhar a passagem do produto pela alfândega.

Economistas chamam a remoção de intermediários da desintermediação da cadeia de abastecimento. E, embora os intermediários tradicionalmente tenham desempenhado um papel importante, hoje sua função está bastante desatualizada em muitos aspectos.

A economia de custos com o uso tanto da importação direta como da exportação direta é significativa o suficiente para redefinir o mercado. Esta solução é um exemplo de como a globalização afeta a economia de um país e como beneficia quem está tanto no início como na extremidade da cadeia de abastecimento.

Até mesmo o fabricante obtém um benefício por ter acesso direto aos consumidores em todo o mundo.

As 7 vantagens da importação e exportação diretas

Certamente que ter o total controle está entre as principais vantagens, pois todos os trâmites da operação são realizados por quem está diretamente ligado à empresa.

A depender do volume de importações e exportações, é provável que a empresa tenha um setor dedicado, o que favorece a eficiência da operação e a transparência de informações. Na prática, a atuação desse setor contribui para o acompanhamento dos processos e adaptabilidade diante das dificuldades que possam surgir.

Além da redução de custos com a equipe própria, é preciso levar em conta que esse time  terá mais dedicação na busca por alternativas para reduzir valores e otimizar a eficiência das operações.

Há muitas outras vantagens em ter o controle de todo o processo de comércio exterior, como:

  1. Desenvolvimento de fornecedores – preservação do contato com o fornecedor;
  2. Flexibilidade para negociação de preços;
  3. Definição da logística com margem para redução de custos;
  4. Desenvolvimento da equipe da empresa;
  5. Exclusão de intermediários no processo de importação e exportação;
  6. Controle da operação;
  7. Flexibilidade logística com levantamento de novas opções logísticas.

Importação direta e exportação direta na prática

Depois de conhecer o conceito e as vantagens, está na hora de saber como deixar de lado a terceirização do comércio exterior da sua empresa, assumindo o controle das operações. 

1- Estude as leis de importação e exportação

Os produtos importados e exportados são totalmente legais quando as leis são seguidas corretamente. Portanto, o primeiro passo para as empresas que desejam assumir esse segmento é investir em informações confiáveis ​​sobre o processo de importação e exportação de uma mercadoria, seja ela qual for.

2- Selecione fornecedores confiáveis

Principalmente no caso de empresários que optam por importar e exportar produtos do mercado internacional, uma série de cuidados devem ser tomados em relação à escolha dos fornecedores.

Nesta fase, é importante estar atento à avaliação do fornecedor, verificando a disponibilidade dos produtos, o trânsito da mercadoria, o seguro e todos os detalhes e forma de entrega para todo o mundo.

3- Definir a forma de importação e exportação

A forma de importação direta e exportação direta será decisiva não só para a rentabilidade das atividades, mas também para a própria estruturação da atividade. Sua empresa deve avaliar qual opção é mais vantajosa para os objetivos de negócio que possui e para o orçamento disponível para investimento.

4- Estruturar a operação de comércio exterior

Já existem ferramentas tecnológicas que automatizam diversos processos de importação e exportação, simplificando a gestão da empresa que prefere fazê-la internamente. A economia de tempo nos processos operacionais pode ser revertida no desenvolvimento de estratégias de negócios. Dessa maneira, é possível, por exemplo, dedicar esforços para avaliar formas de aprimorar as técnicas de comércio exterior.

Aqui, também vale ressaltar que a escolha da plataforma adotada é decisiva para os resultados a serem alcançados. Portanto, gaste um pouco mais de tempo para analisar as vantagens e desvantagens de cada opção e, com base nessa avaliação, tomar uma decisão melhor.

Como você viu, a escolha da importação e exportação diretas pode ser muito vantajosa para quem deseja diferenciar seu desempenho para tornar o negócio mais lucrativo e estável. Sua empresa está pronta para isso?

A Thomson Reuters tem o software certo para ajudar tanto na importação direta como na exportação direta. Conheça agora mesmo!