blogpost

Migração para a nuvem: conheça o erro número 1 dos escritórios jurídicos

Você já pensou em fazer a migração para a nuvem? Saiba qual erro evitar e como! 

Quando o advogado do futuro pensa em fazer uma mudança, geralmente, ele já mapeia os desafios desse processo. Afinal, é inevitável: tudo o que é desconhecido gera um nível de desconforto.

E se o assunto é tecnologia: como garantir um processo de transição mais simples e tranquilo? Na migração para a nuvem, por exemplo, por que alguns escritórios de advocacia têm uma transição mais fácil do que outros?

Os processos de migração bem-sucedidos são orientados por estratégia de nuvem de negócios bem pensada. Quer dizer que antes mesmo de construir o plano de implementação da nuvem - também chamado de roteiro de nuvem -, o escritório jurídico prioriza o desenvolvimento de uma estratégia corporativa de cloud para negócios.

Quando o advogado do futuro não se dedica a esse planejamento, ele começa cometendo o erro número 1 dos escritórios de advocacia na migração para a nuvem.

Quer saber mais sobre isso e evitar essa falha? Continue lendo o artigo!

Crie uma estratégia clara de negócios na nuvem

Para ter sucesso na migração para a nuvem, o advogado do futuro precisa pensar em como seria um estado futuro ideal de sua empresa.

Lembre-se: você irá investir recursos financeiros, alterar fluxos de trabalho de negócios e advogados e incorporar tecnologia de ponta no escritório de advocacia. Portanto, antes de começar, tenha clareza de como essa mudança transformadora afeta todos os aspectos de sua empresa.

Para desenvolver a estratégia do escritório de advocacia na nuvem, você pode tomar como ponto de partida algumas questões centrais, como: ​​

  • Quais são os maiores pontos fracos de sua empresa?
  • O que está impedindo sua empresa de alcançar melhor crescimento, receita e lucratividade?
  • O que você deseja alcançar durante e após a migração de sua empresa para a nuvem?

Imagine o que sua empresa precisaria para aliviar esses pontos fracos hoje e nos próximos 5 e 10 anos.

A seguir, veja como o uso da tecnologia e o sucesso na jornada de migração de negócios para a nuvem podem contribuir para o crescimento do seu escritório de advocacia:

Gestão inteligente e máxima performance

  • Explore os recursos da tecnologia jurídica de maneira inteligente, buscando atender as necessidades de crescimento do escritório de advocacia. O uso da Inteligência Artificial e automação de processos manuais podem otimizar muito o desempenho do escritório.
  • Aprimore o processo de tomada de decisões usando os dados disponíveis no sistema e as ferramentas analíticas avançadas.

Gestão de pessoas

  • Ao modernizar a estrutura e a dinâmica do escritório de advocacia, o advogado do futuro contribui para atrair e reter os melhores talentos profissionais.
  • A disponibilidade de soluções remotas colaborativas, hospedadas na nuvem com alto nível de segurança, garantem a disponibilidade dos dados e viabilizam uma jornada de trabalho híbrida ou 100% remota - seja em home office, seja em anywhere office

Gestão de marketing e retenção de clientes

Como evitar o erro número 1 dos escritórios de advocacia na migração para a nuvem?

Para orientar você nesta jornada rumo à estrutura em cloud, preparamos um passo a passo que, certamente, irá deixá-lo mais seguro para conduzir essa transição. Confira: 

  1. Examine seus aplicativos de TI atuais e determine se eles irão, de fato, apoiar seus objetivos de sucesso futuros. Essa é uma análise operacional de negócios de alto nível para identificar os principais sistemas que seu escritório de advocacia possui atualmente. A partir dessa avaliação, você irá determinar os prós e contras de cada solução, pensando em como elas estão ajudando seu escritório de advocacia a resolver os problemas do escritório e dos clientes. Pense nisso como uma análise de lacunas operacionais do negócio.
  2. Faça um inventário de todos os seus principais sistemas de fluxo de trabalho. Os processos de gestão financeira, gerenciamento de documentos, controle de tempo, CRM e RH fornecem uma visão clara sobre a dinâmica de funcionamento do escritório legal? Caso negativo, você precisa buscar outra solução.
  3. Pesquise outras tecnologias em nuvem que podem ser mais úteis. Converse com outros escritórios de advocacia como o seu e busque referências de sistemas legais. Além disso, entre em contato com vários fornecedores de tecnologia para conhecer os diferenciais dessas ferramentas e o roteiro de migração para a nuvem.
  4. Implemente o plano de migração da sua empresa para a nuvem. Cumprindo as etapas apresentadas, o advogado do futuro tem condições de construir o caminho ideal para uma migração de nuvem bem-sucedida no escritório legal. Uma estratégia de nuvem eficaz solidifica os motivos e expectativas de negócios para avançar rumo à cloud, facilitando a criação do plano de implementação da nuvem.
  5. Conheça o potencial do fornecedor de software. Muitas empresas de tecnologia que oferecem produtos jurídicos estão trabalhando com cientistas de dados para analisar o Big Data e habilitar tecnologias de inteligência artificial. Portanto, confirme se o seu fornecedor de software legal está acompanhando esse movimento de inovação com foco em melhoria contínua.

Afinal, os escritórios de advocacia dependem mais de ter a melhor tecnologia jurídica em 2022 do que há cinco anos. Aliás, essa dependência dos recursos digitais é crescente e migrar para a nuvem é imperativo para os escritórios de advocacia.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre a importância da cloud computing para o setor legal? Confira o artigo: Por que ter um escritório na nuvem?

Soluções Jurídicas

Blog Jurídico

Encontre respostas de forma ágil sobre a realidade do Direito