1. Homepage
  2. Soluções jurídicas
  3. Blog Jurídico
  4. Conexão, Integração e Colaboração: As Novas Dinâmicas do Mercado Jurídico

blogpost

Conexão, Integração e Colaboração: As Novas Dinâmicas do Mercado Jurídico

Confira um breve resumo do que foi apresentado no evento realizado pela Thomson Reuters em 15 de setembro de 2021.

Essa foi a temática do evento realizado pela Thomson Reuters no dia 15 de setembro de 2021, com o objetivo de gerar conhecimento e trocar informações sobre as novas formas de trabalho que existem no mercado hoje, além de mostrar o quanto a adoção de tecnologia está ajudando escritórios, departamentos jurídicos e profissionais do Direito a se reinventarem neste cenário. Na ocasião, também foi apresentado o HighQ, a nova solução jurídica da companhia.

O evento foi mediado pelo Vice-Presidente de Legal LatAm da Thomson Reuters,  José Dominguez, e contou com a participação de Ronaldo Lemes, Patricia Peck, Letícia Málaga, Alexandre Zavaglia e Wallace Cintra.

As inovações e novas formas de se trabalhar no mercado jurídico

Estamos testemunhando transformações rápidas e profundas – e a tendência é que ocorra uma aceleração deste cenário. No entanto, de alguma forma, para nossa sociedade, a mudança em geral não é novidade. A verdadeira novidade são as mudanças em particular, que podemos resumir em 4 pilares.

Os 4 pilares da transformação digital

1. Inteligência Artificial
O mundo jurídico está sendo impactado pela capacidade de automatizar processos e criar sistemas que consigam oferecer informações para que o advogado tome decisões mais efetivas O learning machine e o deep learning são dois conceitos que estão remodelando a força de trabalho.

2. Computação em nuvem
Todo o trabalho é centralizado na nuvem para favorecer a colaboração. Escritórios de advocacia com grandes estruturas estão se tornando obsoletos. A cloud computing mudou o uso de dispositivos tecnológicos e a forma de se trabalhar em equipe.

3. Internet das Coisas
Já podemos operar máquinas remotamente e interagir com elas, criando não apenas uma gama infinita de possibilidades, mas também muitos novos conflitos que precisam de advogados atualizados.

4. Big Data
Se percebermos que vivemos em uma economia de decisões , a Big Data é, sem dúvida, “a galinha dos ovos de ouro”. Informações inteligentes são o grande diferencial dos escritórios de advocacia.

Economia do Conhecimento transforma o Direito

Uma das presenças mais marcantes no evento foi, sem dúvida, a do advogado e comentarista da Globonews, Ronaldo Lemos, falando sobre como a economia do conhecimento transforma não só o Direito, mas também o mundo dos serviços públicos. Mas qual o papel da tecnologia e como ela muda todos os campos sociais e, com isso, traz desafios para a tomada de decisões?

Diante destes questionamentos, Ronaldo traçou um paralelo entre o passado e o futuro da tecnologia, mostrando que passamos de uma rede de computadores para uma rede de pessoas conectadas pela internet. Daí surgiu a necessidade de se conectar pessoas, onde a colaboração passou a ganha valor de mercado. 

Agora estamos expandindo para a Internet das Coisas, onde tudo está conectado à Internet – inclusive os tribunais. E o próximo passo é vincular a Internet de Serviços à Inteligência Artificial (IA), com modalidades de atendimento 100% online e automatizados. Estão preparados?

O pioneirismo do Uruguai e do Chile

Ronaldo também apresentou o Futuro da IA no sistema Judiciário Brasileiro através de um documento que nos mostra a evolução do uso da IA ​​na prestação de serviços jurisdicionais no País. E o Brasil ainda tem muito o que melhorar. Por exemplo: hoje são necessários 79 dias para se abrir uma empresa no país. No Chile e no Uruguai , isso já pode ser feito em 1 dia e de maneira totalmente digital, porque esses países investiram no planejamento e implementação da transformação digital no nível da prestação de serviços públicos. Isso mostra que precisamos correr atrás. Afinal, como o próprio palestrante ressaltou, “todos os governos terão que se tornar uma plataforma tecnológica, porque senão perderão a capacidade de governar. É insustentável para uma sociedade digitalizada ser governada de forma analógica”.

Estônia e seu GovTech, a vanguarda da vanguarda

“Construímos uma sociedade digital”: é dessa forma que o governo da Estônia se apresenta na sua página oficial. Todos os serviços públicos estão on-line, numa plataforma unificada. Por enquanto, apenas dois tipos de contrato permanecem presenciais:

  • Compra e venda de imóveis;
  • Celebração de casamento. 

Mas não para por aí. O país dá a possibilidade de que qualquer pessoa no mundo possa ser um cidadão digital da Estônia. Isso mesmo: você pode ser cidadão digital da Estônia, se quiser.

De tudo isto, podemos extrair 4 lições:

  1. Aprender a aprender;
  2. Formar novas habilidades — aplicação prática;
  3. Criar redes;
  4. Usar a tecnologia para gerar valor de forma eficiente para novos produtos e serviços.

HighQ: a ferramenta para inovar com agilidade

Quando perguntamos à audiência do evento qual palavra define a Transformação Tecnológica no Direito, as que mais se destacaram foram inovação e agilidade. Termos como segurança, automação, colaboração, cultura, dentre outros, também apareceram, conforme a nuvem de palavras a seguir. 

A partir destes insights, Wallace Cintra pôde mostrar como a nova solução da Thomson Reuters, o HighQ , vem ao encontro destes princípios para propiciar uma rotina mais eficiente aos profissionais jurídicos. Por exemplo, o HighQ é uma plataforma que se conecta facilmente aos sistemas jurídicos já utilizados pelos escritórios e departamentos jurídicos de hoje, concedendo uma tecnologia global inovadora que pode ser inserida à sua rotina de forma ágil, sem impactar na cultura e no modo que a sua equipe trabalha atualmente.

Além disso, a solução te concede uma autonomia única, como a possibilidade de se criar plataformas exclusivas, customizadas e totalmente seguras para cada um de seus clientes, permitindo o acompanhamento dos processos em tempo real para uma atuação mais ágil e colaborativa. Tudo isso sem a necessidade de um desenvolvedor exclusivo.

Outra questão a destacar é a customização visual que entregamos, em um ambiente extremamente seguro, com uma instância dedicada exclusiva para você – e não um sistema compartilhado com outros clientes Thomson Reuters. Você até pode gerenciar uma chave criptográfica com a garantia de que nem a Thomson Reuters acesse os seus documentos na nuvem. Ou seja, é o mais alto nível de segurança em uma plataforma.

Esses e outros fatores contribuem para a redução de custos e aumento de eficiência do seu escritório ou departamento jurídico, permitindo que sua equipe ganhe ainda mais agilidade nos processos diários e, com isso, possa dispensar mais tempo em questões estratégicas e relacionamento, que são imprescindíveis para a construção de valor junto ao cliente. Para saber mais sobre a solução, solicite uma demonstração neste link

Integração e Segurança

Finalizamos o evento com a participação da Patricia Peck e Leticia Malaga, respectivamente CEO e sócia do escritório Peck Advogados, para falarem das suas experiências com relação ao uso de soluções tecnológicas no Direito. “Quando comecei, todos diziam que eu era visionária: não só saber sobre tecnologia, mas também usar ela para simplificar o trabalho”, afirmou Patricia, que escolheu adotar a Thomson Reuters como parceira por entender que entregamos uma plataforma robusta, de ponta e com máxima segurança, mas que é flexível e ágil para que eles possam dar as respostas mais assertivas aos seus clientes. “A tecnologia HighQ traz um diferencial que nos permite ser rápidos e customizados. Precisamos de informação inteligente, e não apenas de dados. Às vezes temos uma reunião e sabemos que o nosso tempo para apresentar uma viagem ou um relatório é de 10 minutos. Se a informação não for inteligente, pode jogar contra”.

Elas também disseram que utilizam uma metodologia de gerenciamento de projetos e que o HighQ permite criar um design em que seus clientes possam ver todos os seus projetos, já que um advogado trabalha em vários projetos, com vários orçamentos e precisa ter uma visão global para poder se colocar em cada caso particular. E na plataforma tudo está muito bem mapeado e pode ser visualizado com o mais alto padrão de segurança, contribuindo para a proposta de valor do escritório, onde Leticia afirma que a “demanda por negócios jurídicos inovadores é crescente. A necessidade de agilidade e integração de dados, a gestão do conhecimento é um diferencial que queremos entregar para nossos clientes”.

E você? Quer saber mais sobre como o HighQ pode revolucionar a sua prática jurídica? Solicite uma demonstração agora mesmo

Soluções Jurídicas

Blog Jurídico

Encontre respostas de forma ágil sobre a realidade do Direito