Banco Mizuho adota o Thomson Reuters FX Trading

O maior banco japonês implementa o FX Trading, o desktop de FX de última geração da Thomson Reuters, para acessar o maior pool independente coletivo de liquidez cambial do mundo

São Paulo - O Banco Mizuho, maior banco do Japão, integrou o desktop de FX de última geração da Thomson Reuters, o FX Trading (FXT), nos seus fluxos de trabalho de negociação. O FX Trading reúne todos os locais de transações cambiais da Thomson Reuters em uma plataforma abrangente end-to-end para agilizar os fluxos de trabalho e criar um ponto de acesso único ao maior pool independente coletivo de liquidez cambial do mundo.

De acordo com a última pesquisa do Bank of International Settlement sobre os mercados cambiais (FX) e de balcão (OTC), os negócios nos mercados de câmbio atingiram uma média de US$ 5,1 trilhões por dia em abril de 2016. O Japão foi um dos cinco principais centros financeiros em 2016, representando 77% dos negócios de câmbio. Há uma demanda crescente dos profissionais de câmbio no Japão e em toda a Ásia pelo aumento da eficiência e eficácia da execução, e a necessidade de uma plataforma para negociar instrumentos diversificados.

Em 2015, a Thomson Reuters reuniu todos os seus locais de transações de FX em uma plataforma para criar um ponto de acesso único à liquidez inigualável em centenas de pares de moedas. O FXT oferece vários locais para spot, swaps cambiais, Opções e NDFs utilizando uma plataforma única e integrada. Os usuários também obtêm acesso aos novos tipos de ordens, como Peg, TWAP e Icebergs, oferecendo assim uma maior flexibilidade e mais opções na execução.

Além disso, o FXT possibilita que os participantes do mercado agilizem seu fluxo de trabalho de negociação, incluindo ferramentas de conformidade, processamento direto, confirmações e relatórios de liquidações e histórico de negócios. Ele ajuda os participantes do mercado a cumprir as exigências regulatórias de negócios, fornecendo acesso a locais de negociação regulamentados e a um serviço global de relatórios de negócios. Os usuários também podem se conectar com a maior comunidade profissional mundial de FX, com mais de 14.000 contrapartes, 1.500 tomadores de liquidez FXall de buy-side, e mais de 300.000 contatos do Eikon Messenger.

“Estamos orgulhosos pela escolha do FXT pelo Banco Mizuho, que destaca as realizações e progresso no cenário cambial da Thomson Reuters. À luz da volatilidade dos mercados, diminuição do apetite ao risco e controle regulatório, fatores que afetam a liquidez do mercado cambial, o FXT permite que os usuários acessem facilmente uma liquidez máxima, cumprindo as rigorosas normas regulamentares”, afirmou Michael Go, Diretor de Desenvolvimento de Mercados Cambiais da Ásia-Pacífico da Thomson Reuters. "Como um ecossistema altamente eficaz e abrangente das soluções de FX da Thomson Reuters, o FXT permite que os participantes do mercado acessem uma liquidez cambial superior, gerenciem os riscos de negócios se conectem diretamente com a comunidade cambial global”, adicionou.

“A maior vantagem do FXT para dealers é a disponibilidade de mais métodos de elaboração de ordens. A diversificação dos métodos de elaboração de ordens leva à melhoria das funções operacionais e também se traduz em mais oportunidades de lucros nos negócios. O FXT não é apenas um sistema que executa a correspondência (matching), mas também oferece funções de conversas nas quais as transferências podem se comunicar com as partes externas e função de levantamento de informações. Somente o FXT combina essas funções em uma única plataforma. Essas funções são úteis no desenvolvimento da estratégia de transações e na tomada de decisões fundamentadas”, afirmou Yosuke Takahashi, da Equipe 1 de Mercados Estrangeiros, Departamento de Câmbio Internacional do Mizuho Bank, Ltd.

Thomson Reuters

Thomson Reuters é o provedor líder mundial de notícias e informação para mercados profissionais. Nossos clientes confiam em nós para ter acesso à inteligência, à tecnologia e à experiência que precisam para encontrar respostas confiáveis. A empresa opera em mais de 100 países há mais de 100 anos. As ações da Thomson Reuters estão listadas nas Bolsas de Valores de Toronto e de Nova York (símbolo: TRI). Para mais informações, visite www.thomsonreuters.com.br

Contatos para a imprensa

Camila Soares

Head of Corporate Communications, Brazil
Thomson Reuters
+55 11 2159 0562
camila.soares@thomsonreuters.com
Thomson Reuters

Glauber Canovas

+55 11 2898-7472 ou 2898-7455
glauber.canovas@xcompr.com
thomson.reuters@xcompr.com