As 7 tendências do uso de inteligência Artificial no Direito em 2018

O uso da computação cognitiva, popularmente conhecida como inteligência artificial, não é algo novo. Com a automação e a otimização de tarefas cotidianas,em conjunto com o auxílio da computação cognitiva para capturar dados e organizar os possíveis cenários e seus riscos, conseguimos obter informações mais concisas para o suporte à decisão, no intuito de melhorar a gestão e os procedimentos organizacionais da prática Jurídica. O potencial é enorme para todas as carreiras jurídicas, sejam públicas ou voltadas para o setor privado. Baixe o white paper já!

Preencha o formulário e faça o download do conteúdo

Por favor, preencha todos os campos obrigatórios.

Ao enviar este formulário, você reconhece que leu e concorda com a nossa

Política de privacidade