Reprogramando o Direito: O próximo movimento

Nick Jarema, Vice-Presidente da Thomson Reuters Ventures, aborda como a sinergia entre softwares e advogadas liderarão o Futuro do Direito.

Na Lawtech Conference 2019, maior evento jurídico do mundo, foi abordado como a tecnologia pode ajudar advogados e escritórios de advocacia a solucionar os principais problemas enfrentados no setor jurídico.

Dentre as conversas, tivemos a palestra de Nick Jarema, Vice-Presidente da Thomson Reuters Ventures, na qual ele abordou as áreas que transformarão completamente o cenário do Direito.

Em sua palestra, Nick trouxe alguns insights sobre o futuro, e para isso abordou sobre como estamos acostumados a agir no presente, ferrenhamente trabalhando da mesma forma, e como agora chegamos a um ponto de inflexão em que esse comportamento não é mais sustentável.

Para prosperar, a indústria precisa passar por uma revolução que leve a uma mudança na produtividade, e como conseguimos isso? Trabalhando em comunidades, colaboração e fazendo um bom uso de softwares.

Desde o uso de aprendizado de máquina básico e NLP (Programação Neurolinguística) para minerar dados históricos e automatizar algumas tarefas, viemos crescendo exponencial para que atingíssemos o ponto em que se tornou realidade usar o aprendizado profundo da tecnologia para automatizar totalmente tarefas complexas e criar decisões de Inteligência Artificial interpretáveis. Agora é um momento de adaptação, no qual baixamos barreiras, otimizamos processos e criamos foco, para que o ser humano tenha, com o auxílio tecnológico, alcance a todo o seu potencial.

Sabe-se que o setor jurídico é rico em informações, entretanto, acaba muitas vezes por ser desconectado e díspar, focado na solução de problemas específicos, não padronizados, analógicos, e de muitas maneiras se assemelha à indústria de software da década de 90 e início do ano 2000 - onde surgiu a necessidade de unir informações diferentes em um software com o propósito de oferecer uma solução conectada. E dado um problema diferente, mas semelhante, o software precisava ser completamente reconstruído e, como resultado, era usado como soluções onde não deveria ser, porém se reiventava e adquiria novas funcionalidades.

Muitos ouviram que “o software está comendo o mundo”, e para Nick é visível que houveram variáveis humanas e tecnológicas em jogo ao longo dos anos, as quais trouxeram uma mudança na produtividade do desenvolvimento de software e que diz muito não só sobre a criação dos softwares em si, mas também sobre a maneira como os desenvolvedores interagem para alcançar uma solução.

Acreditamos que as mesmas variáveis estão presentes hoje, e que mudarão completamente a maneira como os advogados se comportam, o futuro exige entrega e integração contínuas, quebrando velhos hábitos e redefinindo a forma como os profissionais trabalham, assim como os softwares, assim como Legal One™ .

Seguindo a temática de tecnologia e Inteligência Artificial, não deixe de conferir também nosso white paper exclusivo: Desconstruindo a Inteligência Artificial: Um guia para o profissional jurídico ir além do ruído.

 

 

> PARA QUEM PRECISA DE INOVAÇÃO NA GESTÃO JURÍDICA > LEGAL ONE 

A Revolução digital no gerenciamento e inteligência estratégica para escritórios de advocacia e departamentos Jurídicos

> PARA QUEM PRECISA DE CONHECIMENTO ESTRATÉGICO > REVISTA DOS TRIBUNAIS 
O Selo Editorial Revista dos Tribunais reúne autores consagrados do meio Jurídico em obras aprofundadas para capacitar os profissionais do Direito, respaldando-os com respostas rápidas, precisas e confiáveis.

> SOBRE A THOMSON REUTERS  | LEGAL
Respaldamos os profissionais do Direito com respostas confiáveis para as suas decisões mais estratégicas, combinando inteligência, tecnologia e os melhores especialistas, oferecendo soluções digitais inovadoras para a gestão eficiente e gerando conteúdo relevante para as mais diversas áreas do mercado Jurídico.

 

Quer saber mais? Preencha o formulário para solicitar um contato

Por favor, preencha todos os campos obrigatórios.

Ao enviar este formulário, você reconhece que leu e concorda com a nossa

Política de privacidade