1. Homepage
  2. Soluções jurídicas
  3. Blog Jurídico
  4. Os escritórios menores de Advocacia devem aproveitar sua agilidade em tempos difíceis

June 13, 2020

Os escritórios menores de Advocacia devem aproveitar sua agilidade em tempos difíceis 

Vivemos em um momento único (obviamente), e megatendências podem estar se desenrolando bem à nossa frente em alta velocidade. Talvez não tenhamos que esperar anos para entender como a atual crise relacionada ao vírus mudou o quadro jurídico. Pode haver a necessidade de rápida evolução do exercício da advocacia - agora. Assim, é aconselhável se concentrar não apenas no que precisa ser feito hoje, mas em como se preparar para como os negócios do seu escritório de advocacia podem parecer daqui a 3, 6 ou 12 meses. 

Os escritórios menores de Advocacia devem aproveitar sua agilidade em tempos difíceis 

Post de blog traduzido do blog jurídico global da Thomson Reuters

Muitos escritórios de advocacia, de repente, se encontram em um território desconhecido. Os tribunais estão fechados. As negociações estão congeladas. Os negócios dos clientes estão suspensos. Gerenciar tudo isso de uma vez gera uma sobrecarga.

É forte a tentação de focar somente nas questões atuais e lidar com o futuro somente quando o futuro chegar. Sobreviver deve ser priorizado.

Mas agora também pode ser um bom momento para prestar atenção no que Mark Haddad chama de megatendências. Essas são as tendências que influenciarão o setor jurídico e a própria legislação nos próximos anos. Algumas das perguntas que Haddad sugere examinar incluem: “Qual a direção da legislação e do setor jurídico? Como será o ambiente regulatório? Onde provavelmente existirão oportunidades no futuro para fornecer aos clientes assessoria jurídica e legal necessária?”

Vivemos em um momento único (obviamente), e megatendências podem estar se desenrolando bem à nossa frente em alta velocidade. Talvez não tenhamos que esperar anos para entender como a atual crise relacionada ao vírus mudou o quadro jurídico. Pode haver a necessidade de rápida evolução do exercício da advocacia - agora. Assim, é aconselhável se concentrar não apenas no que precisa ser feito hoje, mas em como se preparar para como os negócios do seu escritório de advocacia podem parecer daqui a 3, 6 ou 12 meses. 

Neste caso, pequenos escritórios de advocacia têm uma vantagem devido à sua agilidade e estrutura flexível.

Falei recentemente com Charles Rittgers, proprietário do escritório Rittgers & Rittgers em Ohio. Sua organização, como muitos escritórios de advocacia menores, concentra-se em áreas de princípios gerais do direito que já estão sofrendo uma drástica desaceleração no clima atual: direito penal, divórcio e danos pessoais. “Os tribunais estão fechados e realmente não há uma oportunidade de contatar os clientes atuais ou antigos para perguntar se foram presos ou sofreram um acidente de carro recentemente, ou se estão planejando outro divórcio”, explica Rittgers.

Talvez não tenhamos que esperar anos para entender como a atual crise relacionada ao vírus mudou o quadro jurídico. Pode haver a necessidade de rápida evolução do exercício da advocacia — agora.

Então, como ele conseguirá manter os 18 advogados de seu escritório ocupados?

Além de implantar as medidas de resposta habituais de mudança para reuniões virtuais e trabalho remoto, Rittgers já começou a pensar em como ele utilizará seus talentos. Por exemplo, uma das unidades do escritório fica em uma cidade universitária e normalmente trata quase que exclusivamente problemas relacionados aos alunos. O verão é sempre um período de baixa demanda para eles, mas agora eles enfrentam um período prolongado de poucas atividades, com uma perspectiva incerta se os alunos retornarão no outono.

Consequentemente, o escritório está fazendo uma análise agressiva para converter essa unidade em um centro de falências para atender a região sul de Ohio e está explorando os recursos necessários para atualizar seus advogados nessa nova área de atuação. Claramente - e infelizmente - a falência parece ser uma especialização que provavelmente crescerá no futuro próximo devido às mudanças repentinas e dramáticas da situação econômica para muitos.

De acordo com Rittgers, essa poderia ser uma medida temporária paliativa ou pode se tornar um posicionamento de mercado permanente para o escritório. 

Se os alunos retornarem no outono, isso pode significar que a demanda por falências está diminuindo e a empresa pode retornar às suas operações de rotina. Se os alunos não retornarem, o escritório espera ter estabelecido uma nova área de atuação onde possa se manter. Rittgers disse que ele também está otimista quanto a um cenário de melhor perspectiva em que o escritório, de fato, combine tanto as atividades antigas quanto as novas, possivelmente exigindo até a contratação de um ou mais advogados.

À medida que os escritórios de advocacia buscam entender rapidamente o que o futuro lhes reserva, eles terão que tomar decisões difíceis. Mas o resultado de algumas dessas decisões pode estabelecer um escritório de advocacia mais bem posicionado para enfrentar o período econômico difícil.

Pequenos escritórios de advocacia podem estar em desvantagem devido a um número menor de especialidades diversificadas ou um conjunto mais raso de talentos profissionais associados. No entanto, eles têm a vantagem de poder avançar mais rapidamente em direção a novas oportunidades - se sua visão os ajudar a identificar quais podem ser essas oportunidades.

 

> PARA QUEM PRECISA DE INOVAÇÃO NA GESTÃO JURÍDICA | LEGAL ONE 
A Revolução digital no gerenciamento e inteligência estratégica para escritórios de advocacia e departamentos Jurídicos

> SAIBA TUDO SOBRE O TRABALHO EM NUVEM
Veja como escritórios mantém a produtividade, de qualquer lugar. Leia o ebook (https://www.thomsonreuters.com.br/pt/juridico/legal-one/biblioteca-de-conteudo-juridico/seguranca-e-eficiencia-com-legal-one.html

> SOBRE A THOMSON REUTERS  | LEGAL
Respaldamos os profissionais do Direito com respostas confiáveis para as suas decisões mais estratégicas, combinando inteligência, tecnologia e os melhores especialistas, oferecendo soluções digitais inovadoras para a gestão eficiente e gerando conteúdo relevante para as mais diversas áreas do mercado Jurídico.