Como preparar seu escritório para a Revolução da IA

Adaptado de How to Prepare Your Firm for the AI Revolution, por Shane Conroy para o Legal Insight.

 

Os escritórios de advocacia estão adotando cada vez mais a promessa da inteligência artificial (IA) e mais profissionais da área estão fazendo perguntas sobre como as empresas podem tirar proveito do número cada vez maior de ferramentas legais baseadas em Inteligência Artificial.

Na primeira parte de nossa série de três partes, analisamos como identificar áreas de sua prática que poderiam se beneficiar de ferramentas legais de tecnologia e ferramentas de inteligência artificial. Nesta segunda parte, examinaremos como sua empresa pode se preparar para o que há de mais avançado em tecnologia legal.

 

A importância da segurança de dados

Preparar seu escritório de advocacia para usar as mais recentes ferramentas de inteligência artificial requer um entendimento sofisticado das novas tecnologias e de como elas operam.

Automação e AI são impulsionadas por dados. A efetividade de qualquer solução de tecnologia jurídica depende da quantidade, qualidade e segurança dos dados que você alimenta. Quando se trata de proteger esses dados, é necessário considerar os custos e benefícios relativos do armazenamento no local e na nuvem.

Ao mesmo tempo, essas novas tecnologias transformam e “disrompem” a própria atuação do Conforme a prática jurídica se torna mais orientada por dados, esse risco tende a apenas aumentar. Os provedores de armazenamento em nuvem buscam resolver esse problema removendo a necessidade de servidores no local, mas eles apresentam seus próprios desafios de segurança para empresas jurídicas.

Esses geralmente se concentram em medidas técnicas (como criptografia de dados, segurança cibernética, uptime e capacidade de recuperação e restauração de dados) e medidas legais ou de conformidade (como soberania de dados e questões jurisdicionais, conformidade com regulamentos relevantes em várias jurisdições e auditorias / certificações).

 

Criando uma cultura de inovação

O gerenciamento prático direcionado por dados é um exemplo dos benefícios da tecnologia jurídica. O software captura dados atualizados sobre as operações de sua empresa e usa as principais métricas, como análise de taxas e indicadores de lucro, para ajudá-lo a tomar melhores decisões de negócios. Mas o que você pode fazer com esses dados? E quem você pode tentar interpretar?

A decisão de onde usar a AI em sua empresa pode ser desconfortável para funcionários não especializados. A tendência mais recente é a contratação de pessoal multi-qualificado de origem jurídica e tecnológica, mas especialistas em tecnologia dedicados podem e devem desempenhar um papel importante na definição do futuro da prática jurídica.

“Um especialista em tecnologia dedicado pode ajudar a orientar as adoções da IA do escritório e garantir que a tecnologia seja compreendida, adotada e aplicada adequadamente em toda a organização”, afirma Robert Regan, sócio do Corrs Chambers Westgarth.

Regan diz que também é importante engajar todos os funcionários da sua empresa em sua jornada de IA para aliviar os temores sobre mudanças, evitar conflitos e garantir que sua implementação de IA ofereça valor real para toda a organização.

 

Muitas informações sobre Inteligência Artificial? Desbloqueie o mapa da IA e identifique sua posição atual para saber como avançar. Acesse o teste Onde está o seu jurídico e trace sua jornada para a vanguarda do Direito.

 

“Todos na empresa trabalham com as nossas linhas de inovação, tecnologia e e-discovery para garantir que continuemos a melhorar o nosso envolvimento com os nossos clientes, com a indústria e com o nosso pessoal, através da aplicação considerada de novas tecnologias”. O Gilbert + Tobin também está adotando uma abordagem de toda a organização para implementar novas tecnologias com a introdução de uma unidade de inovação dedicada para ajudar a gerenciar mudanças e impulsionar uma cultura de inovação na empresa.

“Nossa unidade de inovação forneceu uma série de ferramentas e soluções de tecnologia para advogados e clientes”, diz Caryn Sandler, Diretora Chefe de Conhecimento e Inovação do Gilbert + Tobin. "Isso significa que podemos superar hierarquias tradicionais e estruturas organizacionais e envolver diferentes membros de nossa empresa, incluindo advogados, gestão do conhecimento, gerenciamento de projetos legais, tecnologia e pessoal de inovação dedicado", explica.

 

Criando os profissionais jurídicos do amanhã

A próxima geração de advogados será muito mais experiente em tecnologia do que seus predecessores, com muitas faculdades de direito ajudando estudantes a se prepararem para o admirável mundo novo de tecnologia jurídica com inteligência artificial, adicionando desenvolvimento de aplicativos a seus currículos - e até ensinando advogados iniciantes a programar .

A UNSW, por exemplo, lançou recentemente sua primeira disciplina de codificação legal. A atual estudante de direito da UNSW, Yenée Su, compartilha sua perspectiva: “Nós, estudantes de direito adoramos um bom debate, de modo que, sem surpresas, surgiu um debate acalorado sobre se a faculdade de Direito é o local para aprender a codificação. Alguns estudantes de direito se opuseram fortemente a isso, dizendo que uma educação jurídica deveria se concentrar em ensinar a lei e nos preparar para a prática, em vez de nos mantermos atualizados com as últimas tendências tecnológicas. Mas não é apenas mais uma moda passageira, porque a profissão jurídica continuará a adotar novas tecnologias, como a inteligência artificial, para melhorar a eficiência. Então, acho ótimo que as faculdades de Direito estejam nos dando a oportunidade de experimentar essa fusão de tecnologia e Direito”.

Enquanto o debate continua, fica claro que uma combinação de expertise legal e know how tecnológico será um pré-requisito para as empresas que querem liderar o caminho para um futuro de sucesso.

 

 

> PARA QUEM PRECISA DE INOVAÇÃO NA GESTÃO JURÍDICA > LEGAL ONE 

A Revolução digital no gerenciamento e inteligência estratégica para escritórios de advocacia e departamentos Jurídicos

> PARA QUEM PRECISA DE CONHECIMENTO ESTRATÉGICO > REVISTA DOS TRIBUNAIS 
O Selo Editorial Revista dos Tribunais reúne autores consagrados do meio Jurídico em obras aprofundadas para capacitar os profissionais do Direito, respaldando-os com respostas rápidas, precisas e confiáveis.

> SOBRE A THOMSON REUTERS  | LEGAL
Respaldamos os profissionais do Direito com respostas confiáveis para as suas decisões mais estratégicas, combinando inteligência, tecnologia e os melhores especialistas, oferecendo soluções digitais inovadoras para a gestão eficiente e gerando conteúdo relevante para as mais diversas áreas do mercado Jurídico.

 

Quer saber mais? Preencha o formulário para solicitar um contato

Por favor, preencha todos os campos obrigatórios.

Ao enviar este formulário, você reconhece que leu e concorda com a nossa

Política de privacidade