A participação da Thomson Reuters no segundo dia da Fenalaw 2019 continuou trazendo discussões sobre as tendências do Direito

Na quinta-feira, 24, a Thomson Reuters promoveu a discussão sobre as transformações no Direito e a Privacidade nas Redes virtuais

Por mais um ano, a Thomson Reuters foi patrocinadora da Fenalaw, maior e mais completo evento do segmento jurídico da América Latina, ocorrido entre os dias 23 e 25 de outubro de 2019, em São Paulo. Durante sua participação, disponibilizou informações sobre softwares de inteligência artificial e gerenciamento jurídico de ponta, apresentando seus produtos aos mais de 6,7k visitantes da Feira.

Durante os 3 dias de evento, a Thomson Reuters também trouxe sua 3ª edição do Trust  Summit, que consistia em um espaço exclusivo dentro do estande para discutir sobre como a tecnologia tem transformado o mercado jurídico nos últimos tempos. No segundo dia da Feira, proporcionou conversas sobre as transformações no segmento jurídico e a sobre a privacidade nas redes virtuais nos dias de hoje. Confira um pouco do que foi tratado em cada uma destas apresentações.

O Futuro Redefinido: Transformando o hoje para as mudanças futuras

Por Vandy Rodrigues, Chief Solutions Architect da Microsoft, e Carlos Teixeira, Estrategista Digital da Microsoft para Governo

Logo de início, indagaram o público sobre o quanto a Microsoft está ligada ao segmento jurídico. A resposta foi que a empresa vem mudando sua perspectiva e adentrando novos mercados, focando no objetivo de ofertar as melhores plataformas para os clientes. Para isso, tem buscado conversar com diferentes segmentos, a fim de criar parcerias, como a estabelecida com a Thomson Reuters na usabilidade da nuvem com Microsoft Azure e Office 365.

Seguindo essa linha, abordaram que a Microsoft vem trabalhando nos últimos anos com o conceito de Digital Justice. Ou seja, o supracitado acesso à justiça nada mais é do que permitir que as pessoas a entendam melhor, assim com suas aplicações jurídicas, para obter mais transparência e fomentar essa grande busca por informações. 

A companhia também acredita que os profissionais devem ter uma perspectiva mais ampla e atual das informações com as quais estão trabalhando e, para isso, tem desenvolvido projetos estratégicos que foquem na transformação tecnológica aplicada de forma ética e segura.

Por fim, ao relacionar esses temas, os especialistas reconhecem e valorizam a importância da transformação digital, mas evidenciam que, antes de tudo, a transformação digital é a transformação da forma como a sociedade se relaciona. E para que esse processo ocorra de forma benéfica, a companhia se preocupa em como aplicar o aspecto ético na legislação de dados para que as inovações tecnológicas não transpassem questões éticas e tenham apenas a agregar através de um bom gerenciamento. 

Privacidade e Redes Sociais Virtuais

Por Marcelo Romão Marinelli, autor do livro Privacidade e Redes Sociais Virtuais pela editora Revistas dos Tribunais

Para Marcelo, o início dessa discussão se dá quando entendemos o nosso papel nas redes sociais: muitos creem que somos os consumidores, mas, para o autor, está claro que, na realidade, somos os produtos. A razão disso é clara: nossos dados são coletados e compartilhados em um piscar de olhos. Cada vez que concedemos nossas informações e alimentamos as plataformas, compartilharmos nossos dados que, posteriormente, são comercializados para grandes empresas.

É daí que nasce o conceito de mineração de dados: tudo o que nós fazemos pelas redes sociais está sendo monitorado; e os sites conversam entre eles, tendo como resultado, por exemplo, as propagandas direcionadas.

Além disso, também ressalta que esse não é o único risco ao qual estamos expostos ao navegar nas redes, já que ainda há os dados constantemente fornecidos pelos recursos de reconhecimento facial e geolocalização.

E o que podemos concluir com isso tudo? Que de fato as redes sociais oferecem recursos maravilhosos, mas imerso em um mercado de viés tecnológico e mercadológico, estamos muito mais expostos do que antigamente.

Mas com a LGPD, que entrará em vigor no próximo, teremos um respaldo jurídico sobre quais dados permitiremos – ou não – que as empresas coletem, obrigando o mercado a desenvolver novas formas de conexão, a fim de conseguir adquirir estes dados tão facilmente coletados hoje. E a tecnologia será um grande aliado neste processo.

> PARA QUEM PRECISA DE INOVAÇÃO NA GESTÃO JURÍDICA > LEGAL ONE 

A Revolução digital no gerenciamento e inteligência estratégica para escritórios de advocacia e departamentos Jurídicos

> PARA QUEM PRECISA DE CONHECIMENTO ESTRATÉGICO > REVISTA DOS TRIBUNAIS 
O Selo Editorial Revista dos Tribunais reúne autores consagrados do meio Jurídico em obras aprofundadas para capacitar os profissionais do Direito, respaldando-os com respostas rápidas, precisas e confiáveis.

> SOBRE A THOMSON REUTERS  | LEGAL
Respaldamos os profissionais do Direito com respostas confiáveis para as suas decisões mais estratégicas, combinando inteligência, tecnologia e os melhores especialistas, oferecendo soluções digitais inovadoras para a gestão eficiente e gerando conteúdo relevante para as mais diversas áreas do mercado Jurídico.

 

Quer saber mais? Preencha o formulário para solicitar um contato

Por favor, preencha todos os campos obrigatórios.

Ao enviar este formulário, você reconhece que leu e concorda com a nossa

Política de privacidade