Fique por dentro: O que aconteceu no SYNERGY 2019?

Veja tudo o que rolou nos dois dias de evento.

Os dias 22 e 23 de outubro foram escolhidos para realizarmos a oitava versão do SYNERGY, em São Paulo, destinada para os públicos do mercado tributário e de comércio exterior.

O evento contou com a presença de especialistas, líderes e profissionais para discutir sobre o cenário atual e o futuro das áreas tributária e de comércio exterior, além de apresentar inovações, perspectivas e tendências para ajudar as corporações a alcançarem seu potencial completo com o uso da tecnologia, através de plenárias e painéis simultâneos e interativos. 

Todo o valor arrecadado da venda de ingressos foi revertido para o Instituto Ayrton Senna, que há más de duas décadas contribui para que jovens do Brasil inteiro tenham acesso à educação de qualidade. 

Primeiro dia:

No dia 22 de outubro, Santiago Ayerza - Corporate Business Leader, fez a abertura do evento agradecendo ao Instituto Ayrton Senna por mais um ano de parceria e comentou sobre a apresentação de dois cases de sucesso do produto Tax One (com os clientes Beam Suntory e BUNZL – introduzido ao mercado no SYNERGY 2018).  

Na sequência, Brian Peccarelli – COO Thomson Reuters, com sua palestra Finding Comfort in Complexity, destacou a importância da tecnologia e da inteligência artificial como veículo para gerar oportunidades no meio da complexidade tributária. 

Para falar de inteligência artificial, como uma economia que não é marcada por máquinas, mas por estratégia, o professor Gil Giardelli, falou do oficio da área de impostos nas empresas como um departamento que não precisa ser sempre operacional ou resolvedor de problemas e que precisa estar integrado às empresas de forma estratégica e de forma disruptiva para os negócios. Além de ressaltar o papel da ciência nesses tempos. “A ciência está levando a gente para um novo renascimento”, diz Gil.  

Waine Peron - Líder de tributos indiretos Brasil na EY, falou sobre como o departamento de impostos precisa entender onde a organização quer chegar e como pode conduzir insights que levem a empresa a tomar decisões estratégicas através da automatização e da harmonização de dados confiáveis. Peron aponta que, “os dados hoje são um novo petróleo”, quem souber usar os dados tem possiblidades de mudar e antecipar o rumo do negócio. 

Seguindo o tema da transformação digital, Denis Torii – Senior Director, Analyst for ERP Strategies at Gartner, contextualizou O futuro das aplicações tecnológicas como uma ferramenta essencial para a transformação dos negócios. Para Torii, a transformação digital não acontece de forma simples e rápida, a transformação digital é o caminho do futuro e do crescimento das empresas. 

Para finalizar a grade de palestras do período da manhã, tivemos o debate Mulheres, cerveja & Tax Transformation, a cargo de Daniela Rodrigues da Ambev, Maíra Oltra da Heineken e Marienne Coutinho da KPMG, para falar sobre a era da colaboração que estamos vivendo e a importância da inclusão nas empresas para ter trocas diversas de experiência. 

No período da tarde, dividimos nosso espaço de conteúdo em três palcos, cada um com três sessões paralelas. No palco Mantenha-se conectado tivemos a apresentação do Case ONESOURCE Tax One em projetos de implantação e inovações para a área fiscal pela empresa Bunzl Saúde e as palestras: O futuro da carreira tributária, como se tornar um Taxologist e Os benefícios de aderir ao RECOF/RECOF-SPED. 

Paralelamente, no palco Vá mais longe, tivemos as palestras: Como os líderes de tecnologia estão conduzindo as mudanças no cenário digital, A jornada move-to cloud de uma das maiores operações de BPO do Brasil e Como manter as informações de sua empresa em compliance com a apresentação do Case MASTERSAF Tax Analyser pela Magazine Luiza. E por último, no palco Esteja à frente, trouxemos os debates Tax&Trade performance do Gustavo Felizardo da Becomex, a apresentação da Agenda de Comércio Exterior para 2020 como DUIMP, Catálogo de Produtos e outras mudanças nas operações e as tendências no Projeto SPED com a Reforma Tributária, Central de Balanço e atualização de ECF

Além das sessões paralelas, outro tema importante abordado foi: As Tendências de mercado 2030 e como o empresário no Brasil precisa se preparar para enfrentar os desafios e gerar oportunidades de negócio com o uso da tecnologia. 

Segundo dia:

No segundo e último dia do SYNERGY, Santiago Ayerza agradeceu a todos os presentes sua participação e ressaltou a importância da tecnologia na tomada de decisões mais balanceadas. 

Seguindo com o cronograma, a jornalista especializada em Finanças e Economia, Mara Luquet, apresentou o Panorama econômico para o Brasil no próximo triênio, destacando os grandes desafios do país para enfrentar os problemas econômicos. Luquet enfatizou que os brasileiros estamos mais preocupados com brigas políticas do que com assuntos econômicos e é por isso que não enxergamos as oportunidades e os desafios que temos como pais. “Vamos a esquecer as polarizações políticas, e vamos focar nas conquistas econômicas no Brasil”, comentou Luquet. 

Para falar sobre as perspectivas da Reforma Tributária, Alexis Fonteyne – Deputado Federal, falou dos Impactos e as mudanças da Reforma Tributária e como o país pode enfrentá-las. Segundo Luiz Roberto Peroba – Sócio e advogado na Pinheiro Neto, as emendas na reforma todos esses anos têm gerado falta de competitividade e se o Brasil não tiver um sistema simples, não será possível ter um sistema colaborativo que ajude a entender o cenário tributário. Para complementar, Eurico de Santi – Professor e Coordenador do NEF/FGV e Diretor do CCIF, falou da proposta de um novo sistema tributário, como um sistema simples, isonômico, neutro e transparente, que ajude a melhorar o ambiente de negócios. 

Manuel Marinho, Lucia Ishido e Marcio Pelarin da PwC com o debate Tax Function of the future, falaram da transformação da função fiscal e dos conhecimentos que um profissional deve ter para afrontar os processos fiscais e as regras tributárias. O evento também contou com a participação de Inês Miskalo do Instituto Ayrton Senna quem contextualizou a temática da inovação na educação.  

No período da tarde, novamente o espaço foi dividido em três palcos: No palco Mantenha-se conectado, tivemos as palestras de Gilberto Oestreich – Head of Customs LatAm na General Motors, Ezequiel Daguano – Manager, Logistic Development & Innovation na Danfoss sobre Comexpert: Saindo a frente no mercado de Comércio Exterior, o business case Tax One – A nova solução na terceira maior companhia de destilados do mundo por parte da Beam Suntory sobre a experiência com a escolha do Tax One e os benefícios obtidos com seu uso, a cargo de Manuel MarinhoEric Celestrino - PwC e Alexsandro Chaves - Beam Suntory. 

Nesse mesmo palco, Rafael Fassini – Sponsor do Projeto Analytics Tributário na 99 e Eduardo Carvalho – Head de Tax na 99, falaram da Transformação da operação tributária com ONESOURCE Tax Intelligence. 

Simultaneamente, o palco Vá mais longe contou com a participação de Iliana Coli – Presidente da AER e Roberto Feitosa com a palestra Como ganhar competitividade com Regimes especiais, de Menotti Franceschini - Value Proposition Leader na Thomson Reuters, Caio de Mello Gonçalves - Diretor de Operações na Bit4B  e Knut Barthel - Senior Product Director na SAP Brasil para falar sobre Como revolucionar a gestão fiscal e tributária com a nova solução Thomson Reuters utilizando tecnologia SAP TDF e por último Menotti Franceschini fechou o painel com o tema Thomson Reuters Open-Innovation: conectando Startups e intra-empreendedorismo para trazer disrupção aos profissionais de Tax, Comércio Exterior e Legal.

Nas sessões paralelas do palco Esteja á frente, Danieli Julio – Diretora de Planejamento Tributário na JBS e Josemar Barros – Head de TI na Claro Matriz, discutiram sobre As oportunidades de adoção de RPA/Automação nas áreas tributárias. Vivian Bianchi da Raízen, Mariana Vilaça da Westrock e Ana Paula Antonelli da Siemens Healthineers falaram da importância da Certificação OEA e os resultados obtidos nas empresas. Para fechar as sessões paralelas, foi apresentado o Case ONESOURCE Workflow Manager: Ferramentas para Gestão de Tax Compliance Terceirizado por André Aronchi – Controller – Brazil na Thomson Reuters, Ricardo Medrado – Brazilian Tax Compliance Team Leader na EY, Luiz Damião – Manager de Tax Technology na EY e Priscila Fermino – Solution Specialist na Thomson Reuters. 

Na última palestra desse dia, Luiz Sérgio – CEO LatAm na EY, Santiago Ayerza, Gilsinei Hansen – VP de Operações da Linx e Federico Servideo – Sócio Líder de Advisory LatAm na PwC falaram de Como manter a inovação e a competitividade na transformação digital e tudo o que ela representa nas empresas.

Sala Thomson Reuters:

Por outro lado, nesta edição do SYNERGY tivemos várias salas onde algumas empresas participantes apresentaram outras palestras paralelas. Na sala Thomson Reuters, além das palestras, realizamos um workshop a cargo de Teteus Bionic

Andrea Schwarz e Jaques Haber – CEO e Founder da IIgual Inclusão e Diversidade, falaram sobre Vieses Inconscientes: como formamos estereótipos e fazemos julgamentos de determinados grupos e como podemos desconstruir esses padrões para um mundo melhor e pensado para todos. Luciano Gaspar – Head of Strategy and Innovation na BuiltCode – The Cognitive Company com sua palestra de Gestão e Análise de Dados como Diferencial Competitivo apresentou os principais fatores tecnológicos adotados em empresas como Amazon, Netflix, Uber, dentre outras e Wagner Lapa Pinheiro – Business Partner at Regia Consultoria and Regia Energia com seu tema Todos somos inovadores, falou sobre a inovação, criatividade, educação e os projetos atuais de IA e Iot. 

Para encerrar as atividades dessa sala, Matheus Barbosa MoraesTeteus Bionic de 14 anos e pioneiro no mundo a falar sobre ensino de Inteligência Artificial para crianças, palestrou sobre Como acabar com o trabalho repetitivo do escritório usando RPA, ressaltando a importância da automatização de tarefas repetitivas para potencializar as habilidades que nos tornaram a espécie dominante e realizou o workshop Automatizando tarefas repetitivas com UIPath, RPA na prática. 

Foram dois dias cheios de conteúdo inovador e networking. Se você não conseguiu participar este ano, em 2020 teremos uma nova edição que trará novamente mensagens que vão além da transformação digital e que redefinirão a maneira com que os profissionais das áreas tributárias e de comércio exterior trabalham.

SYNERGY 2020, você está convidado!

Materias Relacionadas

Com a chegada da GDPR, muitas empresas estão tendo que reformular a forma com que tratavam os dados recolhidos e abriu portas para mudanças no mundo todo, confira a conversa entre Vivienne Artz e Michael Morgan sobre o tema.

A GDPR entrou em vigor e irá revolucionar a forma com que empresas captam e utilizam dados de cidadãos da União Europeia.

As posições mais altas de gestão estão se transformando junto com as novas tecnologias, para alcançar a inovação é preciso reconhecer o caminho de desenvolvimento, veja os principais paços que os CFOs terão de dar para o crescimento de suas empresas até 2020.