Como serão os profissionais tributários no futuro?

Em todas as profissões é necessário manter-se atualizado nas tendências da área para não ficar defasado em relação ao mercado, na área tributária não é diferente. Os profissionais da área necessitaram entender todos os trâmites de preenchimento dos documentos enviados ao Fisco, o que mantém alguns destes profissionais em funções primariamente operacionais.

 

Porém, a tecnologia está ocupando cada vez mais espaço na rotina da área tributária, tornando estas funções mais automatizadas, em um futuro próximo será necessário pensar como os profissionais terão de se adaptar a este cenário.

 

Primeiramente é necessário reconhecer a diferença do setor nos dias atuais e entender os benefícios da automatização para as empresas. Há 10 anos, a barreira do papel burocratizava a correção de informações enviadas ao governo, já nos dias atuais é possível retificar alguns dados digitalmente, o uso de tecnologias permite inclusive a análise prévia das informações antes do envio, mitigando os riscos.

 

Estar sempre a par das novas tecnologias que podem otimizar as atividades do departamento é muito importante para o futuro profissional tributário, em lugar do conhecimento operacional, será preferível a habilidade analítica. Com a análise dos dados enviados ao governo, as empresa poderão extrair informações importantes não apenas para o desenvolvimento da empresa, mas também para a melhoria de sua gestão.

 

Por fim, é importante lembrar que para alcançar o total desenvolvimento do profissional, também será necessário agregar conhecimentos básicos em tecnologia, além da capacidade de comunicação, importante para traduzir a outras áreas os dados que serão automatizados. E principalmente, o senso de transformação terá de estar inerente neste profissional, para poder aproveitar todas as oportunidades da área.