Oportunidades de investimento no Brasil: PIB superior a 1,2% em 2017?

Parece loucura, mas não é. Em webinar exclusivo para a Thomson Reuters, o Estrategista Chefe da parceira Eleven Financial Research, Adeodato Volpi Neto, confirma o posicionamento da instituição: crescimento de 1,5% no PIB de 2017. Com o ciclo econômico brasileiro previsível, a segurança para voltar a investir no país é renovada.   

Essa projeção, que pode ser considerada muito otimista para a maioria, não é apenas um chute. O relatório macro de setembro/outubro de 2016 confirma e segue firme com a análise da base comparável. 

Segundo Neto, com a base comparável muito ruim e a capacidade ociosa ainda muito grande, é fácil saber o próximo passo. O consenso de mercado errou a intensidade da recuperação em todas as grandes crises anteriores. Em 2008 foi assim: a recuperação veio muito forte, pois a base comparável era muito deteriorada – como acontece hoje. A estrutura da dinâmica brasileira nos permite antever, pois se comporta em ciclos. 
Com os bancos represando o crédito, principalmente nos 18 meses anteriores, havia uma tendência natural de desalavancagem das companhias e das famílias. Foi a resposta ao modelo de governo expansionista, que ofereceu crédito para um país que já não tinha renda. Surgiu então a necessidade de busca por eficiência por parte das empresas, e fez com que elas reduzissem seus quadros de funcionários, impactando diretamente no indicador do desemprego.
Mesmo com os revezes, a eficiência foi atingida, trouxe um respiro e um novo ânimo. As famílias retomaram o consumo, mesmo o de base - que estava retraído com a inflação dos alimentos, alterando diversos indicadores e o comportamento da dinâmica econômica. Os sinais seguem aparecendo: uma nova equipe econômica entra em cena; o Banco Central atuando de maneira diligente na política monetária; o governo que busca pela responsabilidade fiscal focando na estrutura de um modelo econômico direcionada a longo prazo; a convergência da política econômica e monetária. 
O consenso geral segue defendendo os seus interesses, e focando na economia projetada com base no momento, tendências e nas expectativas – cheia de carga tensional política, e seus fatores endógenos e exógenos. Mas, basta dar um passo para trás e ficar alheio a este turbilhão de informações para conseguir ver: a recuperação já está à vista. E quanto pior a base comparável, maior sua intensidade. É claro que a transformação do modelo de sociedade no Brasil não acontecerá em 12, 18 ou 24 meses. Quando se fala de uma nação, existem muitos fatores envolvidos, além de uma cultura enraizada de absorver os problemas e incertezas, e conviver com eles. E historicamente falando, viver nesta constante montanha-russa fez do brasileiro um povo mais forte, resiliente e disposto.

Hoje temos a inflação sob controle, com uma taxa de juros em queda estrutural, e um processo de desinflação sólido depois de muito tempo. Essa combinação de fatores estruturais e ações do governo, somada a base comparável altamente deteriorada, só corrobora a projeção de crescimento de 1,5% realizada pela Eleven Financial.

E o que o futuro nos guarda? Uma das eleições majoritárias mais importantes da história em 2018, tanto pelo momento da economia como pela janela de mundo a nossa frente, e uma dinâmica de mundo melhor, que ajuda e favorece a economia o país. 

 

LEIA NA ÍNTEGRA A CARTA “MACRO BRASIL 2017 – Eleven Financial Research” 

> SOBRE A THOMSON REUTERS  | FINANCIAL & RISK
Combinamos as notícias, dados e informações  em tempo real com ferramentas analíticas e plataformas de negociação eletrônica. Conectamos mais de 440.000 profissionais em 150 países das comunidades de trading, investimentos, finanças e corporativos através nossas soluções customizáveis, com pacotes e custos de acordo com suas necessidades.

> AGÊNCIA DE NOTÍCIAS REUTERS
Fundada há mais de 165 anos, a agência de notícias Reuters conta com 2,600 jornalistas, 600 jornalistas fotográficos em cerca de 200 localidades ao redor do globo. Produzindo 2.500+ reportagens, 1,5+ Milhões de alertas de notícias, 100+ reportagens investigativas, 850.000+ fotos, 100.000+ vídeos.

> PARA QUEM PRECISA SABER ANTES > EIKON 
As notícias e dados estão disponíveis em tempo real através do terminal de informação

> PARA QUEM PRECISA DISTRIBUIR DADOS > ELEKTRON 
Dados e tecnologia para sua instituição, em tempo real ou EOD

> PARA QUEM PRECISA DE CONTEÚDO > DIGITAL
Soluções digitais de conteúdo para Fintechs e Advisors.

> PARA QUEM PRECISA DE IMPACTO > REUTERS PLUS
Imagens, fotos e vídeos premiados da Reuters, atualizados 24/7

> PARA QUEM PRECISA DE GESTÃO DE RISCO E COMPLIANCE > RISK
Soluções para riscos de terceiros e clientes, governança e treinamentos de compliance