1. Homepage
  2. Soluções inteligentes para o mercado corporativo
  3. Volatilidade pandêmica no setor automotivo: cenário atual, futuro e estratégia de adaptação

blogpost

Volatilidade pandêmica no setor automotivo: cenário atual, futuro e estratégia de adaptação

O cenário atual em que vivemos, em especial no Brasil, tem trazido novos desafios para diversos setores do mercado. A indústria automotiva enfrenta dificuldades por vários fatores desde 2020. Os problemas, que se estendem em 2021, abordam aspectos burocráticos e tributários, comprometendo os planejamentos estratégicos de grandes empresas. 

Além da situação atípica, causada pela pandemia, podemos citar pontos agravantes e que pediram a atenção dos departamentos estratégicos e tributários:

  • Mudanças no cenário econômico pressionam os cursos para a importação de componentes; 
  • Escassez de insumos para a montagem de veículos;
  • Aumento do valor de matéria-prima, comprometendo a produção de componentes;
  • Possibilidade de planejamento a curto e médio prazo; 
  • Expectativa a respeito da reforma tributária;
  • Incerteza de retorno garantido;
  • Movimento inflacionário nas commodities usadas pelo setor;
  • Deficiências no aspecto burocrático no processo de exportação;
  • Receio econômico do consumidor.

A volatilidade de custos gerada pela competitividade do setor e a inconstância de mudanças mercadológicas, com uma combinação de volume de vendas caindo e custos subindo, requerem algumas soluções, como a busca por nacionalização de parte da produção das peças e a necessidade de um câmbio mais alto para a exportação, mesmo que os países ao redor do Brasil também estejam sofrendo dos mesmos receios. Um dilema está estabelecido.

Através de mecanismos oferecidos pelo governo é possível a redução de custos, especialmente com mão de obra, além de negociações com sindicatos regionais também facilitarem a renegociação de jornadas e contratos de trabalho. Porém, tais medidas não resolvem o problema de liquidez, considerado urgente pelo setor, que já o apresentou para a esfera federal. Esta propôs o uso de créditos tributários como garantia em empréstimos bancários.

Apesar da concordância de que a economia retornará conforme a situação sanitária melhorar, é preciso pensar que a estabilização do setor automotivo é essencial, não apenas para manter o ambiente mercadológico, mas também os empregos daqueles que atuam nas indústrias. A administração cautelosa precisa visar o futuro, para assim, retomar o crescimento e desenvolvimento econômico pós-pandemia.

É preciso se adaptar, mudar os rumos, no mesmo ritmo.

Além de retomar as atividades com segurança, tanto para os clientes quanto colaboradores, aprender com os novos canais de venda digitais pode ajudar a alavancar os lucros e diminuir o contato físico nas concessionárias. Essa já é uma tendência mundial, onde o consumidor tem o controle para agendar uma visita e resolver a compra pela internet. Investir em tecnologia pode mudar o futuro do setor.

Não apenas como canal de venda, as soluções tecnológicas também podem ser úteis nesse momento para manter-se atualizado sobre as oportunidades de créditos e financiamentos governamentais, além das mudanças do mercado, que influenciam na demanda e rentabilidade. Assim, um planejamento prévio pode ajudar a lidar com as dificuldades da empresa.

A Thomson Reuters, querendo preparar nossos clientes para lidarem com o futuro garantindo lucros e crescimento, oferece todo o apoio tributário necessário para o acompanhamento das mudanças fiscais, além de estratégias de monitoramento de vendas dos produtos, oportunidades do mercado e controle das contas do negócio.

Mantenha-se por dentro das tendências tributárias e fiscais do setor automotivo. Continue acompanhando o blog!

Gostou de saber mais sobre as mudanças deste setor e quer se preparar para lidar com elas? Confira nossas soluções feitas para o perfil do seu negócio! Acesse nossa página.