No campo jurídico, a tecnologia de Blockchain está amadurecendo.

Depois de anos de promessas tentadoras, o blockchain está começando a mostrar uma aplicabilidade real para o mercado jurídico.

Houve um tempo, na estimativa de Joe Raczynski, em que o blockchain era "mais uma palavra-chave" com muito potencial, mas pouca aplicabilidade demonstrada.

Então, Raczynski, Gerente de Gerenciamento Técnico de Clientes, participou da Cúpula de Consenso da tecnologia no início deste verão. A terceira conferência anual blockchain reuniu 2.000 pessoas, mais do que nunca, e demonstrou que a tecnologia blockchain não é mais uma ideia abstrata.

"Não há dúvida de que o blockchain está sendo falado em todo o lugar agora quando se trata de financeiro e de risco, seguro e agora legal", disse Raczysnki. "Isso absolutamente atingiu o mainstream".

Não só isso, mas "as pessoas estão começando a ver como isso pode se aplicar às suas vidas", acrescentou. "A borracha está começando a encontrar a estrada"*.

Blockchain - um registo distribuído e descentralizado que permite que a informação seja vista, mas não copiada ou alterada - promete transformar muitas indústrias, inclusive legais. Raczysnki disse que ele prevê o blockchain aumentando e suplantando a maneira do mundo jurídico de fazer as coisas.

"Esta é a direção que muitos escritórios de advocacia e corporações eventualmente seguirão", disse Raczysnki. "Blockchain assumirá o lugar da maneira como fazemos algumas coisas agora, e isso mudará a forma de fazemos. Isso vai tocar praticamente tudo, mas em graus variados".

Por exemplo, no Consensus, a Raczysnki viu a Deloitte gerar um contrato de arrendatário-inquilino com software de automação de contrato e, em seguida, carregá-lo no blockchain. O nome do inquilino, o endereço atual e as datas de mudança e desligamento foram preenchidos automaticamente com o software de automação do contrato e, em seguida, o proprietário e o inquilino puderam assinar digitalmente o documento. Se quisessem acessar o documento novamente, poderiam fazê-lo com uma chave de segurança (uma série de letras e números exclusivos desse contrato específico). Se mesmo uma vírgula fosse alterada por qualquer lado, o documento seria anulado. Raczynski viu isso como uma ilustração de como o blockchain pode melhorar razoavelmente as rotinas legais, com facilidade, rapidez e segurança.

A disrupção de um modelo utilizado nunca é fácil para qualquer entidade navegar. Algumas apreensões são naturais, disse Raczysnki, mas não deveria evitar que os advogados experimentassem o blockchain em suas práticas.

"Dar um passo atrás disso, é também uma tremenda oportunidade para escritórios de advocacia e advogados adotar a tecnologia e começar a liderar isso", afirmou.

Especificamente, Raczynski vê os benefícios decorrentes de:

A segurança não permite que o Blockchain seja hackeado, o que facilitará a partilha de documentação de forma segura, proporcionando assim uma experiência mais suave e mais fácil para os clientes.

Quanto menos tempo necessário para executar tarefas assistidas em blockchain, os advogados poderão ter mais tempo e liberdade para buscar clientes adicionais e mais negócios.

As potenciais economias de custos que podem vir da maior eficiência da tecnologia blockchain.

"Sim, isso irá prejudicar, e sim, algumas pessoas serão jogadas fora", disse Raczysnki. "Mas na janela de três, cinco e sete anos, haverá mais negócios nesta área".

Sameena Kluck, executiva de contas estratégicas da Thomson Reuters, que trabalha com grandes escritórios de advocacia, disse que já vê as empresas mais visionárias incorporarem a tecnologia blockchain em suas práticas.

"O que eu comecei a ver das práticas mais sofisticadas nas minhas empresas é que eles não estão apenas preparando, mas já estão entrando", disse ela. "Isso significa estar disposto a experimentar o tecnologia do blockchain para encontrar o seu melhor uso, com a elaboração de contratos inteligentes, designando fontes de informação e insights sobre o blockchain, buscando interação entre as áreas que o utilizam a fim de reunir grupos de interdisciplinares centrados em blockchain.

"Não são somente finanças", disse Kluck. "É a segurança cibernética, é propriedade intelectual, é seguro, são práticas energéticas - as empresas mais inovadoras e mente abertas estão focando o olhar para onde e como o blockchain pode torná-los melhores e mais eficientes".

"Eu acho que esse é o futuro", acrescentou. "Algumas empresas já estão lá, e algumas estão jogando catch-up. Agora não há mais como ignorá-lo."**

 

 

*Tradução literal do termo “The rubber is starting to meet the road.”

**Tradução literal da frase ““Some firms are already there, and some are playing catch-up.  There’s just no ignoring it anymore now, though.”

 

Artigo Original