Mercado em Foco | 19/08 à 26/08

Um apanhado semanal com as notícias dos principais setores da economia.

PIB brasileiro deve fechar 2017 crescendo a um ritmo de 2% ao ano, diz Meirelles

A economia brasileira deve fechar 2017 crescendo a um ritmo anualizado de 2 por cento, refletindo vários dados setoriais que sinalizam que o Produto Interno Bruto (PIB) voltou a ganhar tração nos últimos meses, disse neste sábado o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

“A retomada da economia vai surpreender a muitos”, afirmou Meirelles, durante o 8º

Congresso Internacional de Mercados Financeiro e de Capitais.

Citando dados recentes de vários setores da indústria, além da retomada da criação líquida de empregos, Meirelles também mencionou o processo de desalavancagem das empresas como fatores que dão lastro à leitura de que o país está saindo da maior recessão de sua história.

 

Confiança do comércio no Brasil cai pela 4ª vez e tem menor nível desde janeiro, diz FGV

A confiança do comércio brasileiro recuou em agosto pela quarta vez consecutiva e foi ao menor nível desde janeiro, uma vez que a incerteza ainda prevalece sobre o setor, apontaram dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados nesta sexta-feira, 25.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) do Brasil teve em agosto queda de 1 ponto, atingindo 82,4 pontos.

“Enquanto na indústria a crise política deflagrada em maio parece coisa do passado, entre consumidores e no comércio o efeito do aumento da incerteza ainda causa preocupação e afeta a confiança”, disse o superintendente de Estatísticas Públicas da FGV/IBRE, Aloisio Campelo Jr, em nota.

 

Economistas mantém expectativa para corte de 1 p.p. da Selic em setembro

Economistas de instituições financeiras mantiveram a expectativa de que o Banco Central irá manter o ritmo de corte de juros básicos em setembro, com inflação e economia em níveis fracos.

De acordo com a pesquisa Focus realizada semanalmente pelo BC, a Selic deve ir dos atuais 9,25 por cento para 8,25 por cento no encontro de 5 e 6 de setembro do Comitê de Política Monetária (Copom), segundo os cálculos dos especialistas consultados.

 

Energia

Venda de fatia na Eletrobras deve atrair elétricas chinesas

Os planos do governo federal de desestatizar a Eletrobras, com uma emissão de ações que torne a União minoritária na companhia, deverão atrair o interesse de grandes elétricas chinesas, disseram à Reuters especialistas familiarizados com a estratégia dos investidores orientais.

Gigantes asiáticas estiveram por trás de negócios bilionários no setor elétrico brasileiro nos últimos anos, como a compra da CPFL Energia pela State Grid e aquisição de hidrelétricas da norte-americana Duke Energy pela China Three Gorges.

“Os chineses seriam ótimos parceiros para a Eletrobras... a Eletrobras agrada bastante porque é uma empresa forte e tem muitos ativos valiosos”, disse o presidente da Câmara de Comércio Brasil-China, Charles Tang, em entrevista à Reuters.

 

Ministro nega alta em tarifa com mudanças na Eletrobras e fala em processo gradual

Os planos do governo de vender o controle da Eletrobras e mudar o regime de venda da energia de hidrelétricas da empresa não irão levar a uma alta nas tarifas de eletricidade no país, disse à Reuters nesta sexta-feira, 25, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

O comentário do ministro vem após a Reuters publicar na véspera que simulações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apontam que o modelo previsto para viabilizar a desestatização da Eletrobras podem levar a uma elevação de mais de 10 por cento nas tarifas.

 

Petrobras eleva preços de diesel e gasolina nas refinarias a partir de terça-feira, 22.

A Petrobras elevará os preços do óleo diesel em 2,3 por cento e os da gasolina em 3,3 por cento nas refinarias a partir de terça-feira, dia 22 de agosto, segundo comunicado publicado pela estatal em seu site.

As mudanças fazem parte da nova política de preços da Petrobras, que prevê reajustes quase que diários para as cotações dos combustíveis.

 

Governo propõe venda do controle da Eletrobras; fatia total é avaliada em R$12 bi

Sem alternativas para sanear as finanças da Eletrobras, o Ministério de Minas e Energia anunciou nesta segunda-feira que vai propor a venda do controle da estatal de energia elétrica, cuja fatia total do governo é avaliada em cerca de 12 bilhões de reais, considerando participações diretas e indiretas da União.

A fatia que será colocada à venda não foi revelada, mas a desestatização usará modelo semelhante ao adotado em empresas como Vale e Embraer, em que o governo mantém direito a veto em decisões estratégicas da empresa.

 

Governo prorroga de novo prazo de consulta pública para Plano Decenal de Energia

O Ministério de Minas e Energia prorrogou até 27 de agosto o prazo para interessados realizarem sugestões ao Plano Decenal de Expansão de Energia 2026, de acordo com portaria publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

Essa foi a segunda vez em que a pasta adiou o prazo final da consulta pública. Inicialmente, a data limite era 6 de agosto, depois prorrogada para 17 de agosto e, agora, para o próximo dia 27.

 

Governo

Arrecadação do governo federal recua em julho e tem pior resultado para o mês desde 2010

A arrecadação do governo federal caiu 0,34 por cento em julho, em termos reais, na comparação com igual mês de 2016, para 109,948 bilhões de reais, divulgou a Receita Federal nesta sexta-feira, no pior resultado para o mês desde 2010.

Pesquisa Reuters com analistas mostrou que a expectativa era de que a arrecadação somaria 110 bilhões de reais no mês passado.

 

Se não fechar acordo, Planalto fará nova MP do Refis com modificações para garantir arrecadação

O Palácio do Planalto já se prepara para editar uma nova medida provisória com mais uma proposta de refinanciamento de dívidas de empresas, caso não consiga recuperar o texto que está no Congresso e elevar a arrecadação prevista para pelo menos 10 bilhões de reais, em uma estratégia para garantir adesão ao Refis, disseram à Reuters fontes palacianas.

“A MP valeria até 31 de outubro e quem quiser garantir o desconto terá que aderir, ou quando perder a validade não vai ter mais programa. Porque se o projeto for aprovado como está o governo vai vetar e se não aprovar, a MP vai caducar e não terá mais validade”, disse uma das fontes.

 

Leilão de hidrelétricas da Cemig tem mudança e usinas serão vendidas em separado

O Ministério de Minas e Energia decidiu mudar a configuração do leilão previsto para acontecer em setembro, no qual serão oferecidas a investidores as concessões de quatro hidrelétricas que eram operadas pela Cemig, cujos contratos expiraram, segundo publicação no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 24.

Inicialmente, três das usinas --Jaguara, Miranda e Volta Grande-- seriam licitadas inicialmente em um pacote, e os investidores só poderiam fazer ofertas individuais por cada empreendimento caso não houvesse uma proposta pelo bloco completo.

Agora, elas foram todas separadas e o leilão terá quatro lotes, um para cada uma das hidrelétricas.

 

Agricultura e Alimentos

Plantio de soja do Brasil deve crescer mais de 2% em 2017/18, aponta pesquisa

O plantio de soja em 2017/18, que se inicia no próximo mês, deverá avançar pouco mais de 2 por cento ante a temporada passada, mas a produção do Brasil deve cair 3 por cento, com especialistas esperando uma queda na produtividade média após uma safra marcada por condições climáticas extremamente favoráveis em 2016/17.

Segundo a média de nove estimativas de analistas e instituições obtidas pela Reuters, a área dedicada à soja em 2017/18 deverá aumentar para um novo recorde de 34,70 milhões de hectares, com a oleaginosa ganhando espaço do milho, cujo preço está baixo após uma safra histórica.

 

Exportação de carne bovina do Brasil crescerá menos que o esperado, diz Agroconsult

As exportações de carne bovina do Brasil deverão aumentar 10 por cento ante o ano passado, para 1,5 milhão de toneladas em 2017, mas o crescimento será menor do que o projetado anteriormente, de acordo com avaliação da consultoria Agroconsult nesta quinta-feira, 24.

Numa avaliação anterior, a Agroconsult esperava que as exportações de carne bovina do Brasil crescessem em 20%.

No entanto, uma série de problemas, incluindo o escândalo envolvendo fiscalização sanitária denunciado pela Operação Carne Fraca, prejudicou as operações dos maiores processadores de carne do Brasil, segundo o analista de pecuária da Agroconsult, Maurício Nogueira.

 

Brasil deve produzir recorde de quase 40 mi t de açúcar em 17/18, prevê Conab

O Brasil, maior produtor e exportador global de açúcar, deve produzir um recorde de quase 40 milhões de toneladas na safra 2017/18, com usinas direcionando uma maior fatia de sua moagem de cana para a fabricação do adoçante, estimou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quinta-feira.

Em seu segundo levantamento para a temporada iniciada em abril, a Conab estimou a produção em 39,38 milhões de toneladas do adoçante, acima das 38,7 milhões da previsão anterior, com usinas cumprindo contratos após fixarem grande parte das vendas quando os preços estavam melhores.

 

 

SOBRE A AGÊNCIA DE NOTÍCIAS REUTERS

A agência de notícias Reuters conta com 2,600 jornalistas, 600 jornalistas fotográficos em cerca de 200 localidades ao redor do globo. Produzindo 2.500+ reportagens, 1,5+ Milhões de alertas de notícias, 100+ reportagens investigativas, 700.000+ fotos, 100.000+ vídeos.

Reuters oferece cobertura premiada dos tópicos mais importantes do dia, incluindo as últimas notícias sobre negócios, finanças, política, esportes, entretenimento, tecnologia e muito mais. Sempre na vanguarda das notícias em tempo real e conteúdo multimídia global, produtos e serviços que fornecem tecnologia de ponta para atender às suas necessidades de negócios.